Palavras literais do V. M. Samael Aun Weor, na terceira pessoa e quando ele ainda se chamava Aun Weor, a respeito de sua esposa V. M. Litelantes.

Venerável Mestra Litelantes - Esposa do Venerável Mestre Aun Weor

Esta Dama-Adepto goza de Consciência Contínua e através de inumeráveis reencarnações logrou aperfeiçoar e fortalecer certas faculdades ocultas que, entre outras coisas, lhe permitiram recordar suas vidas passadas e a História do Planeta e de suas Raças.

Tem sido a colaboradora esotérica do Venerável Mestre Aun Weor. Descobriu os Estados Jinas mencionados por Dom Mario Roso de Luna e Arnoldo Krumm-Heller. Colaborou com o Mestre Aun Weor na investigação científica dos Elementais vegetais que figuram no Tratado de Medicina Oculta.

Esta Dama-Adepto é um dos 42 Juízes do Karma. É absolutamente silenciosa e como jamais faz apologia de seus poderes nem de seus conhecimentos, os pedantes da época têm esgotado sua baba difamatória contra ela.

A Guru Litelantes trabalha anônima e silenciosamente no Palácio dos Senhores do Karma. Esta Dama-Adepto é a Alma Gêmea do Venerável Mestre Aun Weor e através de inumeráveis reencarnações foi sempre a fiel companheira do Mestre.

Esta poderosa vidente tem em sua mente toda a Sabedoria dos Séculos e com suas faculdades clarividentes, tem colaborado com o Mestre Aun Weor estudando os diversos Departamentos Elementais da Natureza.

(Referências Bibliográficas: Mensagem de Natal de 1954 e os livros “Rosa Ígnea” e “Tratado de Medicina Oculta e Magia Prática” do V. M. Samael Aun Weor)

Carrinho VazioCarrinho Vazio